Bastardos Inglórios (Inglorious Bastards)

Bastardos Inglórios (Inglorious Bastards). Imperdível. Quentin Tarantino prova que o cinema livre pode acertar contas com as vilanias da história. Forte homenagem à palavra nos duelos verbais inigualáveis. Antagonismo e caricatura, a boa formula para diretores que querem se meter com a história deplorável.

Paulo Delgado
Paulo Delgado
Sociólogo, Pós-Graduado em Ciência Política, Professor Universitário, Deputado Constituinte em 1988, exerceu mandatos federais até 2011. Consultor Independente de Empresas e Instituições nas Áreas de Política, Educação e Trabalho, escreve para os jornais O Estado de S. Paulo, Estado de Minas, O Globo e Correio Braziliense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *