28 de fevereiro de 2011

A graça do segredo

Uma nova política sem mofo, quarada sob a luz e o calor do sol.
7 de fevereiro de 2011

7 de Fevereiro de 2011

Paulo Delgado participa em São Paulo, a convite do presidente da FIESP, Paulo Skaf, de almoço em recepção ao Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, […]
31 de janeiro de 2011

O silêncio de Dilma

Muita coisa muda na percepção da política, suas luzes e sombras, de um tempo a outro. Há épocas de ação, outras de quietação.
25 de janeiro de 2011

24 de Janeiro de 2011

Paulo Delgado é o Patrono da turma de Psicologia da Inesp/Funedi UEMG de 2010 em Divinópolis. A cerimônia, ocorre às 20 horas.
26 de dezembro de 2010

Dilma do Brasil

O altruismo, coragem e a fé de Ester, rainha judia da Pérsia na antiguidade, podem marcar a entrada triunfal das mulheres no sistema de poder do mundo. Matriarcados, dinastias, impérios, reinados, guerras, casamentos e eleições em variadas formas de Republicas e Monarquias são os caminhos para o poder desde sempre. Dia 1º de janeiro, com a posse de Dilma Vana Rousseff, o Brasil entra para o minoritário clube de 25 países do mundo atual com mulheres na direção do poder central. Várias delas pela primeira vez. Algumas poderosas desde 1956 como Elizabeth do Reino Unido, Rainha aos 25 anos. Outra notável marca é a de Ellen Johnson Sirleaf, da Libéria, única Chefe de Estado eleita de um país africano.
15 de dezembro de 2010

Autonomia

Correio Braziliense – 08/12/2010 – Luiz Carlos Azedo O presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Pedro Arraes, defendeu, ontem, na Comissão de Assuntos Exteriores […]
2 de dezembro de 2010

Projeto regulamenta a prestação de serviços terceirizados

Agência Câmara 19/11/2010 A Câmara analisa o Projeto de Lei 6832/10, do deputado Paulo Delgado (PT-MG), que disciplina a contratação de serviços terceirizados por pessoas físicas […]
2 de dezembro de 2010

Um Franciscano no STF

“É preciso um franciscano no Supremo”, Paulo Delgado vaticina, em Belo Horizonte, onde passou sexta-feira (26/11) e manifestou seu apoio à indicação de Patrus Ananias para […]
2 de dezembro de 2010

25 de Novembro de 2010

À tarde, a convite do jornalista Gaudêncio Torquato, do jornal O Estado de São Paulo, Paulo Delgado apresentou à diretoria do Sindeepres seu projeto que trata […]
2 de dezembro de 2010

25 de Novembro de 2010

À tarde, a convite do jornalista Gaudêncio Torquato, do jornal O Estado de São Paulo, Paulo Delgado apresentou à diretoria do Sindeepres seu projeto que trata […]
1 de dezembro de 2010

Comissão aprova acordo com a Suíça sobre dependentes de diplomatas

Agência Câmara – 17/11/2010 A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional aprovou, no último dia 10, acordo firmado entre o Brasil e a Suíça […]
1 de dezembro de 2010

Política de Aluguel

Imagine vinte e oito possibilidades de cardápio para o almoço na cabeça de uma cozinheira . Vinte oito nomes de batismo para um filho. Ou quase três dezenas de diagnósticos brotarem da junta médica. Não haverá almoço; o nome do rebento acabará sorteado; o paciente morrerá depois de ser operado do que não tem. Não é normal ! Ou existem vinte oito maneiras diferentes para se governar o Brasil ?
11 de julho de 2010

STF explora omissão do MP

A preservação do Procurador Geral do Monistério Público do Distrito Federal, Leonardo Bandarra, no cargo, foi a senha para o Supremo Tribunal Federal (STF) arquivar o pedido de intervenção em Brasília, que jamais quis, apesar da gravidade das denúncias que o sustentava.
1 de julho de 2010

02 de Julho de 2010

O deputado Paulo Delgado participa em Ubá, a convite do Prefeito Vadinho Baião, da solenidade em comemoração aos 153 anos de Ubá, no Parque de Exposição […]
1 de julho de 2010

Conferência do Deputado Paulo Delgado na IV Conferência Nacional de Saúde Mental Intersetorial, que ocorre entre os dias 27 e 30 de Junho de 2010 em Brasília

Bom dia a todos, Senhoras e Senhores. Permitam-me iniciar lembrando dúvida clássica sobre o sentido da vida: o mundo é digno de riso ou de lágrima? Padre Antonio Vieira interpretando lenda grega que envolvia dois filósofos, decidia: Demócrito ria, porque todas as coisas humanas lhe pareciam ignorâncias; Heráclito chorava, porque todas lhe pareciam misérias; logo, maior razão tinha Heráclito de chorar, que Demócrito de rir; porque neste mundo há muitas misérias que não são ignorâncias, e não há ignorância que não seja miséria.